Alma de Jardineira

sexta-feira, novembro 19, 2010

e tudo parecia imenso

(...)
Era uma haste inclinada
sob o capricho do vento.
Era a minh'alma, dobrada,
dentro do teu pensamento.
Era uma igreja assaltada,
mas que cheirava a incenso.
Era afinal quase nada,
e tudo parecia imenso!

(...)

David Mourão-Ferreira

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home