Alma de Jardineira

sexta-feira, setembro 24, 2010

é Deus que fala num idioma cintilante

Se o vento da manhã sopra suave
rente ao ouvido do homem
É Deus que fala num idioma cintilante
por dentro do coração do homem

Assim o pensa a ideia
sobre a forma de tantas coisas simples
como o frio da geada tão perto de casa
tocando a minha cara

Rui Machado

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home