Alma de Jardineira

quinta-feira, maio 27, 2010

a força deste abraço


(...)
Nada sei,
Nada valho,
Nada faço,
E abre-se em mim a força deste abraço
Que abarca o mundo!


Miguel Torga

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home