Alma de Jardineira

segunda-feira, março 22, 2010

que desejo de outras coisas


Que inquietação profunda, que desejo de outras coisas
Que nem são países, nem momentos, nem vidas,
Que desejo talvez de outros modos de estados de alma
Humedece interiormente o instante lento e longínquo!


Álvaro de Campos

4 Comments:

  • Que saudades que eu tinha de passar por aqui ver as belíssimas fotos sempre tão bem acompanhadas por um toque de poesia.
    Um beijinho muito grande e felicidades para a continuação deste óptimo trabalho

    By Blogger Ana Ramon, at 1:57 da manhã  

  • Olá Lilia.
    Há muito que não passo por este belo e inspirador espaço.Pelos vistos a Primavera também já chegou aí. Bem! Nesse grão de areia plantado no oceano é sempre primavera. O que já não acontece por estes sítios. A geada fez muitos estragos, mas tudo se há-de recompor. No meu quintal já cheira o perfume das frésias bem como o das rosas. Passa por lá, és capaz de ficar surpreendida. Um abraço João.

    By Blogger Espaço do João, at 9:28 da tarde  

  • Vim aqui parar deslizando entre blogues floridos!
    Saudações!
    Sines/Alentejo
    Voltarei se der de novo com o caminho!...

    By Blogger Carolina, at 5:54 da tarde  

  • a intemporalidade desta escrita mais parece um espelho , nela achamos sempre algo de familiar, descobrimos sempre algo de nós próprios . Boa continuação...!

    By Blogger Lara, at 2:16 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home