Alma de Jardineira

segunda-feira, março 23, 2009

dentro da casa abandonada que é o teu coração



(...)
e o teu coração dizia

fecha as janelas

porque de fora vigiavam passos e rostos se aproximavam para
entrar
porque, estando lá dentro, ainda queria entrar mais e mais, passar
o mundo podre de casa antiga,
o poste junto à vedação construída com arbustos,
entrar ainda mais, mais ainda, para um lugar mais longe,
dentro da casa abandonada que é o teu coração

e, quando cheguei lá dentro, dei por mim
que me olhavas de fora da vedação
(nem tu, no coração, havias chegado tão longe)
(.....)

Laura Moniz, in "Ilha 5"

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home