Alma de Jardineira

sábado, setembro 13, 2008

tive um coração, perdi-o



tive um coração, perdi-o
ai, quem mo dera encontra
prreso no fundo do rio
ou afogado no mar

amália rodrigues,
in "Gostava de ser quem era"

3 Comments:

  • Muito prazer, Lília.
    Grato pelo seu comentário no meu blog. Apreciei muito o seu. Serei um visitante constante a partir de agora.

    By Blogger wagner, at 10:44 da tarde  

  • Um coração nunca se perde, recupera-se sempre a não ser que ele morra,mesmo assim fica a agradável lembrança a não perder.
    Um beijo do fundo do coração.

    By Blogger Espaço do João, at 7:04 da tarde  

  • Amália, Sempre.

    By Blogger Paulo Sempre, at 1:15 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home