Alma de Jardineira

domingo, fevereiro 10, 2008

sopro...


(...)
"era o sopro distante das manhãs sobre o mar
e eu disse sentindo os seus passos nos pátios do
coração
é o silêncio é por fim o silêncio
vai desabar."

Eugénio de Andrade

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home