Alma de Jardineira

quarta-feira, abril 25, 2007

Um dia puro


Que nenhuma estrela queime o teu perfil
Que nenhum deus se lembre do teu nome
Que nem o vento passe onde tu passas.

Para ti criarei um dia puro
Livre como o vento e repetido
Como o florir das ondas ordenadas.

Sophia de Mello Breyner Andresen

2 Comments:

  • Lília, ainda não tinha reparado que és da Madeira. Já estive na tua terra há alguns anos. É uma ilha maravilhosa! Adorei Porto Moniz.
    Bj

    By Blogger Fatima Vinagre, at 9:15 da tarde  

  • Também sou Madeirense de nascimento, mas estou ausente há cerca de 50 anos, no entanto não cortei o cordão umbilical. Este ano pelo Natal e ano novo passarei por aí com miha mulher e meu neto de 8 anos, que não conhece a terra onde nasceu o Avô. Sou um cuscas sobre jardinagem e a minha flor preferida é a rosa. cumprimentos João ou J.S.

    By Anonymous Anónimo, at 10:25 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home